• Luis Gonçalves

Celebrar São Valentim tendo o Tejo como paisagem


Confluência vista da Praia do Ribatejo

Namorar não tem data nem hora marcada. É mais um imperativo dos corações.

Celebrar o amor, sim. no sentido de melhor o entender para encontrar o caminho certo que conduz à felicidade quase perfeita.

Este "quase" é uma fase da vida a dois, porque a perfeição tende a diminuir a emoção.





Em parceria coma Esplanada Pezinhos no Rio, Casinha do Tejo apresenta uma proposta de dificil recusa  para celebrar aquilo que São Valentim patrocinava:

Entre os dias 14 e 17, à sua escolha:

* Chegada até as 19h00, com a oferta de 1 Porto de Boas Vindas.

* 1 Jantar à carta com bebidas (vinho corrente, água, refrigerante, cerveja), Sobremesa e Café.

Alojamento durante 2 noites com Pequeno-Almoço servido na Esplanada Pezinhos no Rio a partir das 9h00

* Nossa oferta: Welcome Pack de frutas, frutos secos, água e 1 Garrafa de Espumante e Queijinhos do Céu

Informações e Reservas: Directamente por telefone 249739743 ou e-mail casinhasconstancia@sapo.pt



Valentinus era um bispo  a quem o imperador Claudio II proibiu de realizar casamentos, porque entendia que os rapazes sem família alistár-se-iam com mais facilidade no poderoso exército de que o império romano necessitava.

Acontece que Valentinus continuou a efectuar os casamentos em segredo. Descoberta a prática, Valentim foi preso e condenado à morte.

Enquanto estava preso, muitos jovens atiravam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Entre as pessoas queatiraram mensagens ao bispo estava uma jovem cega, Astérias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram apaixonando-se e a jovem recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada. Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270.


0 views
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now